Tudo sobre Aranhas

As aranhas são aqueles animaizinhos que apresentam dois segmentos corporais (cefalotórax e
abdômen), com oito patas e sem antenas – diversamente dos insetos, que inclusive têm seis
patas. Elas trazem grande diversidade, estão estabelecidas em todos os continentes, e
algumas espécies têm quelíceras que injetam veneno. E aí reside o maior perigo desses bichos
para o ser humano… Você está tendo problemas com esses bichos na sua casa? Gostaria de
saber mais sobre as aranhas?

Como surgem e onde aparecem

As aranhas vêm da rua para dentro de sua residência de várias maneiras: passando por fendas
e aberturas maiores, como janelas e portas abertas. Elas geralmente preferem os pontos altos
do ambiente, movendo-se pelo teto ou pelas partes superiores das paredes, e vêm à procura de
insetos para sua alimentação. A grande maioria das espécies é carnívora e, nos centros
urbanos, desenvolvem eficientes hábitos domiciliares.

A maioria das espécies consegue passar longos períodos sem se alimentar, e quando as
presas estão disponíveis mais facilmente, esses animais conseguem expandir
consideravelmente seu abdômen e ao mesmo tempo reduzir o metabolismo, armazenando
energia por mais tempo. Nem todas as aranhas produzem teias, e por isso as estratégias para
capturar suas presas variam desde armadilhas, mimetizações, camas feitas de teia e caça
ativa, saltando diretamente sobre a vítima.

O que elas fazem na sua casa

Depois que entram na sua casa, as aranhas se escondem por trás dos móveis ou
permanecem em lugares altos, no teto ou sobre o mobiliário. Em geral, essas espécies que
entram nas residências fazem teias para pegar insetos, que são razoavelmente resistentes à
água, muito elásticas e resistentes a baixas temperaturas. É comum que o aracnídeo fique
próximo da teia. Mas se você descobriu uma teia em sua casa e não viu a aranha, pode ter
certeza que ela está na sua residência.

Quais doenças transmitem

As aranhas podem transmitir certos tipos de doenças ocasionadas, sobretudo, por suas
picadas. Dependendo da espécie e da substância tóxica contida no veneno, poderão eclodir
dermatites, lesões cutâneas necrosantes, anemias e mais alterações sistêmicas que podem
provocar ainda choques anafiláticos ou outros sintomas que levem a vítima humana (ou animal)
à morte. No entanto, dificilmente são propagadores de doenças vindas de parasitas, apesar de
se nutrirem de moscas, baratas e outros insetos que são portadores.

Se você foi picado por uma aranha, a princípio você deve tratar as dores usando analgésicos,
além de aplicar soros especiais, dependendo de cada caso. Como são muitas espécies e o
leigo tem dificuldades de identifica-las, é importante ir imediatamente a um posto de saúde ou
hospital para que um médico possa examiná-lo e verificar se a aranha é peçonhenta. Nesse
caso, será preciso tomar algum medicamento para combater os efeitos do veneno e seguir
outras orientações médicas.

Como evitar as aranhas

A principal maneira de se evitar as aranhas é manter os espaços de sua habitação sempre
asseados, livres de lixo, restos de comida e acúmulos de objetos. Fazendo isso, você evitará o
aparecimento de moscas, baratas, formigas e insetos em geral, que são a base de alimentação
das aranhas.

Execute periodicamente uma vistoria nos quintais, jardins e vasos de plantas, se você os tiver
em sua casa. Se a sua casa tem incidência frequente de aranhas, tente vedar as janelas e
outros vãos com telas de malha fina, e coloque obstáculos nas frestas inferiores que ficam sob
as portas, como, por exemplo, panos enrolados e cânulas de borracha. Caso precise de auxílio
especializado, contate as empresas do ramo. Elas terão a melhor solução no combate a essa
praga.

Agora conte para a gente: sua casa está livre de aranhas?

Categoria: Controle de Pragas, destaque | Tags: .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *