Quer evitar o surgimento de cupins em casa? Confira essas dicas e mantenha-os longe

Com o fim do inverno e a chegada do calor começam a aparecer também as indesejadas pragas urbanas. Uma delas são os cupins, também conhecidos como aleluias, formigas brancas ou siriris. No Brasil existem cerca de 280 espécies desses insetos, mas apenas 10% afetam negativamente os seres humanos. São considerados pragas quando se reproduzem de maneira exagerada, seja em áreas urbanas ou rurais.

Grandes infestações podem causar sérios danos em construções urbanas e dentro de nossas casas, em móveis e objetos de madeira. O cupim é uma praga silenciosa, e quando não descoberta rapidamente pode trazer grandes prejuízos e inclusive o desabamento de parte do imóvel.

Quando a infestação já aconteceu é necessário buscar uma empresa especializada, para eliminar os cupins de forma rápida e sem causar mais danos. Portanto, o ideal é prevenir os aparecimentos desses insetos, confira essas dicas e mantenha os cupins longe de sua casa:

Utilização de telas

A instalação de telas em janelas, portas e varandas forma uma barreira mecânica contra a entrada dos cupins. Essa é uma medida simples que impede que os insetos entrem em casa durante as revoadas.

Caso não seja possível sua utilização, adquira o hábito de fechar janelas e portas ao entardecer, principalmente no período de final de inverno e início do verão, quando os insetos costumam aparecer.

Utilização de Madeiras Tratadas

O tratamento da madeira é um procedimento que impede o ataque dos cupins. Ele pode ser realizado de três maneiras:

  • Pincelamento: o inseticida específico é pincelado sobre a madeira diversas vezes;

  • Aspersão: pulveriza-se inseticida sobre a madeira;

  • Imersão: a peça é mergulhada em um tanque com inseticida.

É importante frisar que esses procedimentos devem ser realizados somente por empresas especializadas, devido a grande possibilidade de intoxicação.

A madeira tratada pode ser utilizada nas estruturas do imóvel ou na fabricação de móveis. Muitas construtoras já optam pelo seu uso devido ao crescente número de infestações por cupins. Móveis já prontos também podem passar pelo tratamento.

Utilização de Madeiras Nobres

Algumas madeiras nobres, como a peroba, a aroeira e o ipê são mais resistentes ao ataque de cupins. No entanto, são difíceis de serem encontradas, além de possuírem um alto custo.

Reparação de áreas danificadas

Fazer a reparação de madeiras danificadas pela ação de cupins ou pelo simples desgaste do tempo, evita que outros insetos se alojem no local. Pintar as áreas estragadas ou aplicar um tratamento já pode ser suficiente.

Realizar o monitoramento de frestas, manchas e rachaduras é uma medida importante para verificar se sua casa contém focos de cupins. Observe a evolução desses sinais e seu surgimento em outros locais. A existência de grânulos próximos às portas, paredes e dentro de móveis de madeira também podem ser um sinal.

Se houver suspeita da presença de cupins, o ideal é não utilizar o inseticida, que irá apenas espantá-los, fazendo com que se alojem em um novo local, dificultando sua eliminação. A higienização com produtos de limpeza comuns traz o mesmo resultado. O ideal é procurar uma empresa especializada, para fazer uma análise do local, danos causados e modo de eliminação dos insetos.

E aí, o que achou de nossas dicas? Aprendeu tudo sobre essa praga urbana? Deixe suas opiniões e dúvidas nos comentários e fique ligado para mais artigos!

Categoria: Controle de Pragas, destaque | Tags: .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *