Efluentes industriais: como realizar o seu descarte?

Efluentes industriais são os resíduos e materiais desprezados que seguem como resultado das
atividades dos diversos segmentos da indústria, como, por exemplo, a metalúrgica, a química e
petroquímica, papeleira, a têxtil, usinas e fabricantes de alimentos. Tais substratos são muito
variados, podendo corresponder a cinzas, pedaços de materiais, resíduos alcalinos ou ácidos,
plásticos, papéis, fibras, tintas, lodos, óleos, metais, vidros, entre muitos outros elementos, o
que significa dizer que podem ser sólidos, semissólidos ou líquidos, além de, na maioria das
vezes, trazerem perigos para a saúde ou para o meio ambiente. Então, como descartar esse
material da forma correta?

Os riscos de descartar resíduos sem tratamento

Como os restos dos processos industriais são em geral prejudiciais à saúde humana e podem
contaminar o ar, o solo e a água, caso atinja principalmente lagos, rios e lençóis freáticos, a
providência mais importante a ser adotada é que os resíduos recebam tratamento antes de
retornar à natureza. Quando isso não acontece, vários danos estão na iminência de ocorrer, até
mesmo para a empresa.

Os resíduos tóxicos que são descartados diretamente na natureza, sem receber o tratamento
adequado, alteram as características dos componentes naturais, como o solo e a água, sem
falar que muitos materiais demoram décadas ou até mais de um século para se decompor,
fazendo com que aconteça uma acumulação de detritos em áreas determinadas e a dispersão
de gases poluentes na atmosfera. Ainda que lixões ou depósitos sejam designados para
receber os efluentes não tratados, isso poderá corromper as pessoas, plantas e animais que
ficam no entorno do local, com a disseminação de doenças e contaminação do ecossistema.

O que pode acontecer com a empresa negligente

Se a empresa for descoberta cometendo o descarte irregular, ficará caracterizado o crime
ambiental, trazendo graves consequências para os responsáveis pela emissão. Eles poderão
responder por um processo administrativo e ainda ser penalizadas com multas bem severas,
além de ter suas atividades paralisadas ou encerradas.

Como fazer o descarte dos resíduos industriais corretamente

Os efluentes industriais, portanto, para serem descartados corretamente, precisam atender a
uma série de legislações peculiares a cada situação, tanto para prevenir e controlar a poluição
do meio ambiente, como também para se evitarem infecções e moléstias nas populações.

As fábricas e indústrias devem separar todo o lixo e enviar para centros de tratamento ou de
reciclagem, quando for possível, colocando o material em embalagens, sacos ou recipientes
especiais devidamente etiquetados, informando todos os dados importantes sobre o conteúdo e
procedência das remessas. Esse transporte, caso a empresa não possua uma infraestrutura
regular para cumpri-lo, pode ser realizado de maneira competente por empresas terceirizadas
que prestam serviços de coleta e traslado de efluentes.

Os resíduos são classificados em classes, que variam conforme o grau de poluição do produto.
Para se ter uma ideia, os resíduos de Classe I são aqueles considerados perigosos, visto que,
em função de suas propriedades físicas, químicas ou infectocontagiosas, apresentam risco à
saúde ou ao meio ambiente, ou exibem características de inflamabilidade, corrosividade,
reatividade, toxicidade, patogenicidade, ou fazem parte da relação constante nos anexos A e B
da NBR 10.004/2004. Além disso, quando são descartados, segue um inventário com a
respectiva composição e quantidade dos materiais.

O que acontece após o tratamento dos resíduos

Quando os materiais residuais são tratados, eles recebem uma série de processos físicos,
químicos ou biológicos que eliminam os contaminantes que prejudicam a água e o solo. Dessa
forma, em alguns casos é até possível obter água potável ou lodo ativado, que pode ser
reutilizado em processos de compostagem, por exemplo. Depois dos processos calculados
para aquele material, os ingredientes não tóxicos que sejam resultantes podem ser finalmente
encaminhados para a disposição derradeira na natureza.

Você tem uma indústria ou empresa que produz resíduos tóxicos e não sabe como armazenar
os efluentes que são fruto dos seus processos de fabricação e beneficiamento? Você não tem
uma frota preparada para transportar os restos para os centros de tratamento? Que tal entrar
em contato com a Loremi e descobrir uma solução eficaz de coleta e transporte de efluentes
que seja especialmente pensada para sua empresa?

Categoria: destaque, Tratamento de esgoto | Tags: .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *