" /> Dedetização e Medidas Preventivas |

Atendimento Imediato

Central de Atendimento
São Paulo
(11) 3925-6000

Rio de Janeiro
(21) 3500-6632

Dedetização e Medidas Preventivas

Medidas de Prevenção – Dedetização

Medidas simples podem ser tomadas a fim de reduzir problemas ocasionados por pragas

São elas:

1.Dedetização de  Baratas

  • Vedação e limpeza de caixas de gordura e esgoto;
  • Vedação de ralos com tampas apropriadas;
  • Vedação com borrachas da parte inferior de portas de acesso externo;
  • Vedação e limpeza de lixeiras e tubos de queda;
  • Eliminação de lixo com tampas e sacos plásticos. O recolhimento deve ser diário;
  • Acondicionamento de alimentos em recipientes fechados;
  • Estoque em estrados suspensos do chão com altura mínima de 10cm e afastados das paredes;
  • Eliminação de entulhos e material em desuso;
  • Reparo de frestas de azulejos, acabamentos de paredes, bancadas, teto, feito com cimento branco e, também com silicone;
  • Limpeza de locais de abrigo, tais como: base de ventiladores, prateleiras, atrás de quadros inteiros de armários;
  • Higienização diária dos pisos após expediente.

2.Dedetização de Formigas

  • Manter limpos armários, pias e bancadas;
  • Guardar alimentos em potes;Guardar açucareiro na geladeira;
  • Vedar frestas nas pias e azulejos.

3.Dedetização de Pulgas

  • Calafetar frestas em pisos de madeira;
  • Catação do animal doméstico e banhos no veterinário com anti-pulgas;
  • Realizar aspiração e varreduras freqüentes antes da aplicação da Insetisan;
  • Lavar tapetes e carpetes freqüentemente e antes da aplicação da Insetisan;
  • Higienizar com freqüência diária os canis, lavando inclusive as paredes.

4.  Dedetização de Traças

  • Evitar acúmulo de papéis e tecidos;
  • A varredura ou aspiração deve ser feita de seis em seis meses.

5. Dedetização de Moscas

  • No controle de moscas é importante a higiene sanitária, como manter lixeiras limpas, com sacos plásticos e tampadas, desentupimento de esgotos sanitários, limpeza diária de banheiros, lavagens de depósito de lixo e, se possível, que o depósito de lixo seja refrigerado.

6. Dedetização de Mosquitos

  • As medidas auxiliares iniciais consistem na eliminação de criadouros disponíveis para o desenvolvimento das formas jovens. Desta forma, devemos eliminar todos os locais e objetos que retenham água como vasilhames, pneus, sucatas, caixas d’água abertas, valas, calhas. É aconselhável a utilização de telas nas janelas.

7. Desratização de Ratos

  • Acondicionamento de lixo – todo material a ser descartado deverá ser embalado em sacos plásticos e separados para serem recolhidos pela coletora. Essa retirada deverá ser feita diariamente em áreas de indústria alimentícia ou farmacêutica;
  • Controle de restos alimentares – todo resto alimentar deverá ser recolhido num mesmo depósito, a fim de serem descartados todos juntos. Não permita que haja outros locais de alimentação, a não ser dependências do refeitório;
  • Remoção de entulhos – remover quaisquer amontoados de restos de construção, de lixo, galhos, troncos, madeiras, pedras, já que eles servirão de abrigo;
  • Limpeza de terreno – manter os jardins sem amontoados de vegetação.Gramados bem mantidos desencorajam a passagem dos roedores. Utilize plantas que não dificultem a inspeção;
  • Arranjo de materiais – madeiras, tijolos e telhas devem ser arrumados em estrados de aproximadamente 15cm de altura de modo a não servirem de abrigo a roedores e afastados uns dos outros aproximadamente 30cm e inspecionada por todos os lados;
  • Condições de acesso – não deixar objetos encostados ao prédio, pois facilitam o acesso dos roedores. Podar galhos de árvore que sirvam de acesso para telhados;
  • Controle de armários e depósitos – o cuidado permanente com armários e depósitos de objetos de qualquer natureza elimina os abrigos mais comuns de camundongos. Desse modo, mantenha-os limpos e arrumados;
  • Transporte de alimentos e outros materiais – caminhões de cargas devem ser vigiados na carga e descarga para evitar o transporte passivo de roedores;
  • Controle de córregos e canais abertos – as margens devem ser mantidas limpas e livres de vegetação e seus leitos desobstruídos. Assim não fornecerão alimentos e facilitarão a localização de ninheiras;
  • Fechamento de vãos e buracos – procurar fechar os vãos de portas e janelas com madeiras, lâminas ou metal. Buracos e vãos entre telhas e paredes devem ser fechados com argamassa adequada;
  • Entelamento – fechar quaisquer aberturas de aeração, entradas de condutores de eletricidade ou vãos de adutores de qualquer natureza, com tela metálica forte de malha de 8mm e removível, se necessário;
  • Estocagem de alimentos – sacos, fardos e caixas nos depósitos devem ser colocadas em estrados com altura mínima de 15cm, afastados das paredes uns dos outros, a fim de que haja um espaçamento e permita dessa forma a inspeção em todos os lados. Entradas de portas ou quaisquer acessos devem ser rativedados. Não utilizar os armários de vestiário para guardar alimentos;
  • Locais de refeições e preparo de alimentos – devem ser rigorosamente limpos, diariamente antes do anoitecer.
  • Nas obras e construções, determinar local comum para refeição e exigir a colocação de restos em latas fechadas. Em hospitais e hotéis, prover todas as enfermarias ou quartos com vasilhante fechável para recolhimento de restos. O mesmo cuidado se deverá ter com as embalagens metálicas (“quentinhas”), que devem ser colocadas na lixeira;
  • Controle de garagens e sótãos – não permitir a utilização de garagens e sótãos para acúmulo de objetos inúteis ou em desuso, nem quaisquer depósitos que não sejam à prova de roedores;
  • Ralos e tampas de bueiros – firmemente encaixados e com crivação, de 6 mm no máximo, que não permita a passagem de roedores. É importante observar bueiros destampados ou com tampas quebradas;
  • Esgotos e canais efluentes – devem ser fechados e canalizados, assim como as caixas sépticas rigorosamente vedadas e periodicamente desobstruídas (lembre-se que a Insetisan tem um setor especializado em desentupimento);
  • Instalação para animais – devem ser construídos em concreto, no qual haja áreas laváveis. Aviários com telhas de malha de 1cm. Retirar o alimento de cães e outros animais ao anoitecer. Não deve haver restos de vasilhames, pois podem atrair roedores.

8. Descupinização de Cupins

  • Evite acúmulo inadequado de papel;
  • Ao construir é recomendavel tratar previamente as madeiras a serem utilizadas;
  • Utilizar telas de 2 cm em locais como: bibliotecas e arquivos.

9. Dedetização de Lacraias

  • Controle requer a remoção de vegetação rente à estruturas e entulhos, solucionar problemas de umidade;
  • Providenciar a remoção de entulhos e retirada de folhas;
  • Controle de baratas;
  • Vedar frestas estruturais do lado de fora da residência.

10.  Dedetização de Percevejos

  • Aspirar toda a extensão dos estrados, sob colchão;
  • Áreas laváveis, realizar a limpeza com cloro;
  • Examinar roupas de pessoas que tenham contato com alojamentos, asilos, creches e hospitais.

11.Dedetização de Carrapatos

  • Aspirar toda a extensão de pisos, carpetes e tapetes;
  • Áreas laváveis, realizar a limpeza com cloro; Frestas de pisos devem ser calafetadas; Animais domésticos devem ser, frequentemente , tratados em clínicas por profissionais especializados.

12. Dedetização de Brocas

  • A prevenção contra esses insetos exige medidas que vão desde o abate da árvore até o produto final, uma vez que há diferentes grupos de brocas atacando a madeira nas diversas fases do seu beneficiamento;
  • Inspecionar a madeira que se encontra em estoque com objetivo de detectar indícios de infestação;
  • Examinar o local de estocagem com objetivo de verificar se as condições do ambiente estão favorecendo a infestação por brocas e/ou dificultando a detecção da sua presença;
  • Manter mobiliário de madeira encerado e envernizado.

Formas de pagamento:

Desentupidora Loremi | A Melhor Desentupidora do Brasil - Termos de Uso - Todos direitos reservados. | (11) 3925-6000 - (11) 3922-3030 | Central de Atendimento | Topo