6 medidas preventivas para controle de baratas de esgoto

As baratas são pragas que tiram o sono de muita gente. Elas integram uma das ordens de insetos mais antigos do planeta, composto por mais de 3500 espécies diferentes. Desse número, apenas 2 tipos frequentam residências, restaurantes, hospitais, fábricas, hotéis, lanchonetes e demais estabelecimentos. São elas:

  • Periplaneta americana (barata de esgoto);

  • Blatella germânica (barata paulistinha ou francesinha).

Nesse texto falaremos acerca da barata de esgoto, que habita locais com muita matéria orgânica e gordura, como bueiros, galerias de esgoto e caixas de gordura. A principal dificuldade para eliminá-la deve-se à sua grande capacidade de reprodução. Uma barata fêmea na fase adulta pode produzir de 4 há 8 ootecas, que são as cápsulas de ovos. Cada ooteca contém de 30 a 45 ovos que irão eclodir dentro de 30 dias. Mas como controlar esses insetos indesejados? Confira algumas dicas para prevenir o aparecimento das baratas.

Limpe caixas de gordura e esgoto

Esse é o habitat das baratas. Portanto, procure manter as caixas de gordura e galerias de esgoto bem fechadas, pois isso evita que elas saiam e invadam sua casa. A limpeza desses locais deve ser realizada quinzenalmente.

Tire o lixo

O lixo é uma grande fonte de alimentos para as baratas. Descarte-o diariamente, evitando o seu acúmulo dentro de casa. Realize diariamente a limpeza dos locais onde são manuseados alimentos e lembre-se também de retirar a gordura de pias e fogões.

Elimine entulhos

Não acumule papelão e pedaços de madeira, pois esses materiais são os preferidos das baratas para depositar suas ootecas. Certifique-se de descartá-los em locais apropriados.

Guarde bem sua comida

Evite deixar alimentos expostos. Baratas alimentam-se de quase tudo: restos de comida – especialmente os ricos em amido, açúcares e gorduras – insetos mortos, sangue, excrementos, resíduos de lixo ou esgoto e até mesmo papel.

Fique atento também aos animais domésticos. Não deixe seus comedouros expostos, pois o mesmo alimento que eles comem pode servir de refeição para os insetos.

Evite o acúmulo de água

As baratas não sobrevivem sem água. Portanto, cortar o acesso delas ao líquido contribui muito para esse controle. Após limpar a casa, certifique-se de secar tudo muito bem. Mantenha também os ralos fechados, verifique vazamentos nas pias e tanques e esvazie recipientes que possam acumular água, como garrafas vazias.

Dificulte o acesso

Não deixe que as baratas cheguem até sua casa! Assegure-se de que os ralos estejam sempre fechados quando não estiverem em uso, proteja as janelas com telas e vede as frestas das portas com borrachas.

Seguindo essas medidas, o número de baratas será reduzido, restringindo seu acesso à sua residência ou estabelecimento. Mas, se a infestação for muito grande, será necessária uma mediada paliativa, como a dedetização. Essa ação pode ser realizada em caráter emergencial e, posteriormente, em forma de manutenção para evitar o retorno das pragas.

E aí, o que achou de nossas dicas? Quais são as medidas adotas por você para evitar a presença desses indesejados insetos em sua casa? Conte para a gente nos comentários e não deixe de acompanhar nosso blog para mais dicas e informações!

Categoria: Controle de Pragas, destaque | Tags: .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *