Saiba como o controle de pragas colabora com a sustentabilidade


Hoje em dia é quase impossível não ouvir falar de termos como sustentabilidade ou desenvolvimento sustentável. Chegamos a um ponto onde a extrema utilização dos recursos naturais e o crescimento desordenado afeta de forma significativa nosso ecossistema e, se não tomarmos as atitudes certas para reverter esse quadro, as consequências podem ser devastadoras.

Quando falamos em agricultura, essa atenção precisa ser ainda maior, pois é uma área extremamente sensível, que sofre drasticamente com qualquer alteração ambiental. Por isso, pensar em maneiras eficazes de tornar o seu agronegócio sustentável é essencial e, nesse contexto, o controle de pragas precisa ser visto de outra forma. Quer descobrir como ele pode colaborar com sua sustentabilidade? Confira no texto a seguir:

Manejo e rotação de culturas

O controle de pragas costumava ser feito com o uso de produtos químicos, que eram altamente poluentes e muitas vezes nocivos para os seres humanos. Mas a preocupação ambiental fez com que se buscassem alternativas para esse cenário e uma das soluções encontradas foi o manejo inteligente das plantações.

Por meio de técnicas e estratégias inteligentes como a dessecação antecipada, o tratamento de sementes, criação de áreas de refúgio, o controle preciso de plantas daninhas e voluntárias, o monitoramento de pragas e rotação de culturas é possível alinhar sustentabilidade e produtividade, pois cada ação complementa a outra. Dessa forma você reduz a ação e consegue o controle de pragas, tornando-as apenas adequadas ao ambiente e na quantidade natural, sem que haja nenhum tipo de infestação ou invasão à sua lavoura, criando um ambiente mais harmônico.

Controle biológico

Controlar pragas precisa ir além dos produtos químicos e o manejo integrado. Por isso, outras estratégias como as já citadas são atitudes inteligentes e essenciais. No entanto, muitas vezes, ainda é preciso ir além para ter a produtividade que se espera. Entendendo a paisagem e as características das pragas, como elas se comportam, e então entrar com algum método alternativo de controle pode ser exatamente o que você precisa. Isso pode chegar a dispensar completamente o uso de produtos químicos e agrotóxicos.

O controle biológico pode ser exemplificado com a cultura de hortaliças: elas são reconhecidamente afetadas pelas famosas e temidas lagartas. Sabemos que elas não só ficam do lado de fora da planta, como também a penetra, indo ate áreas menos expostas. Isso acaba aumentando a necessidade do uso de produtos químicos como agrotóxicos e inseticidas, o que definitivamente não combina com o desenvolvimento sustentável.

A alternativa natural para combater essa praga é usando o método da natureza: os parasitóides. Eles são os insetos que parasitam a praga, reduzindo seu numero e deixando a lavoura com nenhum risco para o consumo humano, também sem afetar de forma negativa o meio ambiente. Dessa forma, ainda é possível utilizar vários agentes para controlar uma mesma praga e chegar a um resultado ainda mais satisfatório.

Como podemos ver, é possível aliar controle de pragas e sustentabilidade, sem que isso faça sua produtividade cair. Essas técnicas são mais harmoniosas, naturais e muito menos dispendiosas.

Se você ainda está preso ao uso de produtos químicos, tome conhecimentos a respeito do controle sustentável de pragas da sua produção com uma empresa especializada.

Tem dúvidas sobre o assunto? Comente com a gente! Nós podemos ajudar!

Categoria: Controle de Pragas, destaque | Tags: .

Comments are closed.