Saiba a importância do controle de pragas em condomínios

Seja em condomínios residenciais ou comerciais, é fato que todo ano chega aquele momento de tomar cuidados extras com as pragas, tão comuns no dia a dia e mais frequentes no período do verão.

Sabemos que cada praga possui suas características próprias, mas as formas de controle e prevenção são muito parecidas e exigem cautelas que envolvem desde os frequentadores dos condomínios até os órgãos responsáveis pelo controle de pragas.

Entenda no post de hoje a importância de se ter esse controle e ofereça maior proteção para o seu condomínio. Acompanhe:

Administração dos condomínios

Para maior segurança dos moradores e frequentadores de condomínios, é imprescindível que se tenha uma boa administração do estabelecimento ou residência, garantindo assim o planejamento das datas de controle e prevenção de acidentes com os produtos que possam vir a ser utilizados nas diversas formas de combate às pragas.

No meio urbano, é muito comum e até inevitável a presença de redes de esgoto próximas dos condomínios, atraindo assim baratas e roedores para dentro das habitações e comércios em geral. Dada essa situação, é responsabilidade do síndico manter contrato com uma empresa especializada que faça o trabalho de combate e prevenção de pragas anualmente, bem como ser o principal avaliador da situação e condição geral do condomínio.

Detecção das pragas

Cada tipo de praga demanda um controle diferente que deve ser feito por uma empresa especializada. Embora a dedetização venha sendo utilizada como um método preventivo é sempre bom que as pessoas busquem saber quais pragas estão se manifestando nos condomínios para que sejam utilizadas técnicas mais rigorosas de combate e principalmente de prevenção. Abaixo estão os tipos de pragas urbanas mais comuns:

  • Aranhas: vivem dentro das casas e jardins;
  • Baratas: vivem dentro e fora das casas;
  • Cupins: se alimentam de celulose e lixo e vivem dentro das casas;
  • Formigas: surgem mais nos jardins e podem causar alergias em crianças;
  • Roedores: vivem sob entulhos e dentro das casas;
  • Traças: pequenos insetos de corpo achatado que vivem dentro das casas.

Empresa de controle de pragas

O contrato dos condomínios com uma empresa dedetizadora permite o combate de pragas já instaladas e ainda um maior controle de possíveis manifestações futuras por meio de métodos preventivos.

O ideal é que o serviço de dedetização seja feito de 6 em 6 meses. Caso o local tenha a presença constante de ratos e baratas se aconselha fazer o controle a cada 3 meses. Cada caso é específico e compete à empresa indicar a quantidade de aplicações das dedetizações, bem como os tipos de produtos a serem usados em cada problema e situação.

Hábitos preventivos

Independente do trabalho da empresa de controle e da prática de dedetização é importante que síndicos e moradores façam a sua parte na prevenção das pragas. É por isso que a administração do espaço é tão necessária. Alguns hábitos que fazem a diferença são:

  • Fazer a limpeza constante do local comercial ou de moradia;
  • Dar um destino correto ao lixo, principalmente o orgânico;
  • Eliminar objetos inutilizados e entulhos dos locais comuns;
  • Manter espaços sempre bem arejados, sem excesso de umidade.

Como anda o controle de pragas no seu condomínio? Ficou com alguma dúvida? Escreva pra gente!

Categoria: Controle de Pragas, destaque | Tags: .

Comments are closed.