Atendimento Imediato

Central de Atendimento
São Paulo
(11) 3922-3030

Rio de Janeiro
0800 392 6000

Morcegos

Importancia dos Morcegos | Tipos de Morcegos | Aonde eles Vivem | Reprodução dos Morcegos | Seus Sentidos | Alimentação dos Morcegos | Interações com Plantas | Problemas com Morcegos | Fotos de Morcegos | Métodos Ineficazes de Controle | Métodos de Controle | Trabalhos Realizados | Fale Conosco

Controle de Morcegos

* Profissionais em Exclusão de Morcegos com Respeito Total ao Meio Ambiente.

A LOREMI desenvolve seus programas de controle contra morcegos com base nas características de seus habitos e grau de infestação, através das vistorias nas áreas a serem tratadas, desenvolvemos um complexo programa de controle e prevenção.
Como são animais protegidos pela legislação federal, nossos métodos de controle são embasados na utilização de medidas integradas, ou seja, repelencia com a utilização de atomização a base de óleo vegetal, implantação de barreiras físicas através do telas-anti morcegos nos abrigos,  instalação de produtos com cheiro atóxicos, e outros mecanismos físicos.
Com relação à higienização de forros e telhados, realizamos serviços de limpeza com utilização de equipamentos específicos, onde conseguimos remover as fezes e detritos destes animais que podem contribuir na transmissão de doenças e patologias ao homem. Visamos com estes serviços especializados, resguardar a qualidade de vida das pessoas nos ambientes tratados e higienizados.
Através de nossas técnicas, proporcionamos aos nossos clientes satisfação absoluta nos serviços de controle e higienização de morcegos, preservando a vida das espécies e consequentemente contribuindo para preservação e equilíbrio do meio ambiente.
Problemas com Morcegos ? Chame a LOREMI Hoje Mesmo!

Orçamento Grátis! Ligue Já (11) 3922-3030

Há pouca razão para expulsar morcegos de prédios onde eles não estão causando um incômodo. No entanto, os morcegos devem ser impedidos de entrar alojamentos humanos e, em alguns casos, ruído ou odores de grandes colônias de morcegos pode se tornar um incômodo.

Antes de decidir, certifique-se de que seus temores não são infundados!

Contrariamente ao que você já deve ter ouvido:

  • Morcegos com doenças tipo de raiva ou raiva são muito raras (menos de meio por cento).
  • Excrementos de morcegos em edifícios geralmente não são uma fonte de histoplasmose.
  • Os morcegos não são sujas e não infestam casas com parasitas perigosos.
  • Os morcegos não são agressivos e não atacar pessoas ou animais de estimação.
  • Somente Morcegos hematófagos  se alimentam de sangue.

Por favor, veja notas sobre Fobia de Morcegos para mais detalhes!

Excluindo morcegos de uma habitação é o único método de controle de longo prazo para os morcegos que são um incômodo em um edifício.

Nossos Métodos de exclusão dos morcegos.

Princípio

A ideia é a de selar permanentemente todos os orifícios, com exceção do ponto de acesso principal, a qual está equipada com uma válvula de sentido único. Após uma espera  para que todos os morcegos possam sair sem ser capaz de voltar a entrar, ai então a válvula é removida e selado permanentemente.

Passo 1 – Escolha o ponto de acesso principal

Inspencionamos  sua casa procurando por marcações, excrementos ou presença física

Uma simples inspecção do lado de fora do edifício pode ser feita para determinar se os morcegos vivem em e onde eles entram. Olhe para a coloração no ponto de acesso e / ou excrementos abaixo. Os morcegos costumam entrar um edifício na articulação do telhado / parede, debaixo de tábuas soltas fáscia, ou através de aberturas quebrados ou rachaduras, resultantes de deterioração edifício.Morcegos podem rastejar através de aberturas tão pequenas quanto um dedo mindinho. Se o buraco de acesso é difícil de encontrar, pode ser necessário fazer uma tocaia e ver para onde saída morcegos ao anoitecer.

Cuidado com os morcegos que deixam seus abrigos ao entardecer.

O relógio morcego deve ser iniciado cerca de 30 minutos antes de anoitecer.  Se os morcegos estão presentes, eles vão começar a sair do edifício cerca de anoitecer, o morcego último deve sair do prédio dentro de uma hora do morcego primeiro. Todos saídas  e pontos de entrada devem ser notado, bem como o número de morcegos.  Este processo pode demorar.

Fumaça de Sensidyne Indicador Air possivelmente visualmente determinar a direção das correntes de ar.

Passo 2 – Instalação de uma válvula sobre o principal ponto de acesso

Após isso foi feito, assistimos para ter certeza de que os morcegos são capazes de sair com segurança. Se eles não parecem estar saindo, ou parecem estar tendo problemas para fazê-lo, pode ser necessário fazer ajustes ou adicionar novas válvulas conforme necessário.


Válvula unidirecional usando tubos de PVC

Há uma série de situações em que os tubos funcionam melhor como dispositivos de exclusão de morcegos.

Exemplos incluem aberturas utilizadas por morcegos em edifícios construídos a partir de materiais que não criam paredes exteriores planas, como os encontrados em tijolo ou casas de pedra e cabanas de troncos. Tubos também funcionam melhor para furos localizados em cantos onde as paredes se encontram e em superfícies horizontais.

Tubos de exclusão deverão ter um diâmetro de 5 cm e ser de aproximadamente 25 cm de comprimento. Ela pode ser feita a partir de tubos de PVC ou de tubo de plástico flexível. A utilização de um tubo de plástico flexível facilita ou espremer uma extremidade do tubo de modo que se encaixa numa fenda, ou cortar uma extremidade do tubo em que podem ser abas encaixem ao longo de uma abertura e agrafado, pregado ou colado a edifício. Morcegos são incapazes de se agarrar à superfície lisa desses tubos. Uma vez que o tubo foi inserido ao longo do furo, um pedaço de peso leve, de plástico transparente pode ser colado em torno da extremidade do tubo que se projeta para o exterior para reduzir ainda mais a probabilidade de os bastões de voltar a entrar, embora isso não seja normalmente necessário.

Passo 3 – Fechamos todos os outros buracos maiores que seu dedo mindinho

Utilizamos diversas formas de barreiras físicas anti morcegos:

Telas especiais

Telas PVC

Telas Nylon

Telas de borracha

Telas de aço inoxidavel

Alvenaria

Placas de PVC

Espumas

Vendantes diversos de acordo com cada arquitetura.

Passo 4 – Esperamos ate que todos os morcegos saiam.

Esse processo pode demorar horas e ate dias.

Passo 5 – Retiramos a válvula de sentido único e selamos permanentemente

Nesta fase você pode achar que os morcegos ter encontrado outra forma, devido à dificuldade de encontrar e selar todos os buracos em Passo 3. Neste caso, o processo deve ser repetido com a válvula de sentido único montado no novo ponto de acesso.

Passo 6 – Higienização do local

Realizamos toda limpeza e remoção de excrementos de morcegos por todo o local.


Perguntas e Respostas sobre Morcegos

Quais tipos de morcegos vivem na área urbana?

Na área urbana da cidade de São Paulo, como em outros municípios brasileiros existe a presença de morcegos. Os morcegos tem hábitos noturnos e se alimentam principalmente de insetos, frutas, partes florais e néctar de flor.

Onde vivem os morcegos?

Os que se alimentam de insetos vivem abrigados em forros, vãos entre paredes de residências e prédios, caixas de persianas etc.

Os que comem frutas permanecem, durante o dia, pendurados em copas fechadas de árvores e os que se alimentam de néctar de flor, normalmente são encontrados nos porões ou cômodos pouco usados das casas.

Os morcegos hematófagos, que se alimentam de sangue de animais ou humanos, vivem em grandes áreas de mata, e no município de São Paulo podem ser encontrados em locais como a área de proteção ambiental (APA) do Iguatemi, do Carmo, do Bororé, do Capivari-Mono, Parque Anhanguera, Parque da Cantareira, entre outros. Nestes locais os morcegos se alimentam de sangue das espécies silvestres que também habitam estas áreas.


Podemos MATAR os morcegos?

Não. Os morcegos acima citados são mamíferos considerados úteis ao homem e à natureza devendo ser preservados. Além disso, fazem parte da fauna brasileira e, portanto, protegidos pela Lei Federal nº 9605 de fevereiro de 1998. (Lei do Meio Ambiente).

Caso você tenha morcegos se abrigando em sua residência ligue já para LOREMI CONTROLE DE MORCEGOS e conheça nossos métodos ecológicos de proteger seu patrimônio.


Em que situação há risco de transmissão de doenças?

Qualquer tipo de morcego, independente de seu hábito alimentar ADOECE E PODE TRANSMITIR A RAIVA.

A transmissão da raiva para pessoas ou animais pode ocorrer no caso de mordedura, arranhadura ou contato direto com o morcego doente.

Em caso de pessoas que adentram áreas de mata à noite, estas podem servir como fonte de alimento para estes animais, com risco de contrair a raiva, além de se exporem a outros riscos.


O que fazer caso encontrar um morcego caído no chão ou que adentrou em sua residência?

Nunca colocar a mão, sem proteção, diretamente no morcego.

Tentar imobilizá-lo colocando sobre ele, um balde, um pano ou uma caixa, e chamar o Centro de Controle de Zoonoses pelo telefone 156. Abrir um SAC de remoção de morcego. Este serviço funciona 24hs.


O que fazer em caso de agressão ou contato direto de pessoas com morcego?

Caso você entrou em contato direto com morcego, foi mordido ou arranhado deverá imediatamente procurar orientação médica nas Unidades de Saúde ou no Instituto Pasteur, localizado na Av. Paulista 393.


O que fazer em caso de agressão ou contato direto de animais domésticos com morcego?

Caso seu animal entrou em contato direto com morcego, foi mordido ou arranhado você deverá imediatamente levá-lo ao Médico Veterinário ou entrar em contato com o CCZ pelo telefone (2221-7645), para maiores orientações quanto à vacinação e observação do animal.

O repelente eletrônico funciona para morcegos?
Lamentavelmente não conhecemos nenhum trabalho cientifico a respeito, que prove a eficácia dos mesmos.
Segundo informações do mercado, estes equipamentos podem no primeiro momento causar uma certa estranheza aos roedores e morcegos, que é superada com muita brevidade.

Formas de pagamento:

Desentupidora Loremi | A Melhor Desentupidora do Brasil - Termos de Uso - Todos direitos reservados. | (11) 3925-6000 - (11) 3922-3030 | Central de Atendimento | Topo