Atendimento Imediato

Central de Atendimento
São Paulo
(11) 3922-3030

Rio de Janeiro
0800 392 6000

Captura de Pombos

Captura e Soltura de Pombos




Captura e Soltura de Pombos

Contrato captura e soltura de pombos, ideal Industriais,  locais abertos, locais com grande infestação, locais públicos, praças, portos, aeroportos, locais com alto risco de contaminação, e locais de difícil controle por barreiras físicas.

Somos a UNICA empresa do Brasil a possuir licença ambiental para este tipo de controle.

Sistema de captura único e patenteado LOREMI, em uma unica gaiola modelo plus capturamos  ate 50 pombos em sistema automático de coleta e entrando uma vez não conseguem mais sair.

Possuímos modelos com capacidade ate 3000 pombos de captura e armazenamento.

Distribuídas em pontos estratégicos com atrativos de alimento, aguá e abrigo.

Após coleta identificamos todas aves atravez de nosso sistema de anilhamento personalizado por cliente e acompanhamento.

Nebulização a base de óleo em  pontos estratégicos afim de espantar pombos de locais indesejados .

Manter alimento e água para os capturados não havendo maus tratos.

Acompanhar casos de retorno de aves.

Mudar locais de captura se houver necessidade.

Emissão de relatórios pombos coletados e soltos e ordem de serviço mensais de todos os serviços executados.

Emissão de certificado controle ambiental de pombos

E realizamos a soltura em locais diversos e aleatórios apos Quilometragem indicada por nossos biólogo e especialista em pássaros.

Breve Lançamento – Estamos construindo uma reserva de pombos urbanos na qual será armazenado todos os pombos capturados e assim realizando um controle populacional atravez da destruição de ovos e acompanhamento de veterinário.

Atendemos todo Território Brasileiro – Algumas regiões esse tipo de contrato ira depender de grupos de clientes fechados em certos locais.

Captura e manejo ecológico são as técnicas mais eficazes no controle de pombos

É comum se deparar com centenas de pombos quando se caminha, principalmente, pelas ruas do centro das cidades.

Essas aves, devido ao descontrole de natalidade, se tornaram uma praga urbana, podendo transmitir diversas doenças ao ser humano e a outros animais. Diante disso, diversas técnicas foram desenvolvidas na tentativa de equilibrar o excesso de pombos domésticos nos centros urbanos. Porém, a situação chegou a um patamar que as ações não estão sendo suficientes, já que são meramente paliativas.

Controle de Pombos

Essas medidas apenas amenizam o problema, geralmente, fazendo com os que pombos mudem de um lugar para o outro, das ruas para uma praça, da praça para uma torre de igreja etc., buscando outros locais que forneçam abrigos seguros e alimentação garantida. Isso acontece com o uso de repelentes eletromagnéticos, que apenas os desorientam.

Outro exemplo é o repelente químico, mais conhecidos como géis, que são colocados nas superfícies em que as aves costumam pousar, causando desconforto e irritação. Porém, isso apenas fará com que elas procurem outros lugares, muitas vezes, próximos daquele em que o produto foi aplicado, não erradicando o problema. Além disso, esse material pode causar danos ao meio ambiente. Muitos ainda utilizam os rojões para espantar os pombos. Mas não adianta, visto que o barulho os afasta momentaneamente e, por viverem na cidade, quase sempre estão acostumados aos ruídos.

É de extrema importância lembrar de que o abate desses animais é proibido por lei. Portanto, é necessário buscar por alternativas. Diversos estudos já comprovaram que a medida mais eficaz no controle dos pombos domésticos é o manejo ecológico. Ou seja, as aves são capturadas por meio de armadilhas dispostas de forma estratégica e levadas para ‘pombais’, espaços especialmente construídos para controlar a natalidade das aves. A LOREMI Manejo Ecológico de Pragas disponibiliza este serviço (entre vários outros), sobretudo, para clientes, como industrias, shoppings, condomínios comerciais e residenciais, etc.

Além da eficácia da captura e do manejo ecológico, é preciso que a população também faça a sua parte, pois este é um problema de saúde pública. Manter os locais sempre limpos, sem penas e fezes de pombos, não alimentá-los e acabar com os possíveis abrigos e locais de reprodução, vedando buracos e espaços nas construções com telas ou alvenaria, já é um bom começo.

Vale ressaltar que o ser humano pode ser afetado por diversas doenças transmitidas, principalmente, pelas fezes dos pombos. Entre as principais estão a criptococose, a psitacose ornitose a histoplasmose, que afetam os pulmões.

As aves são capturadas por meio de armadilhas dispostas de forma estratégica e levadas para ‘pombais’, espaços especialmente construídos para controlar a natalidade das aves. A LOREMI Manejo Ecológico de Pragas disponibiliza este serviço (entre vários outros), sobretudo, para clientes, como industrias, shoppings, condomínios comerciais e residenciais, etc.
Veja nossa ultima palestra  sobre controle populacional de pombos.
Escola do Legislativo organizou palestra sobre o excesso de pombos em Jaboticabal. PDF Imprimir E-mail

alt

Nesta manhã, 09, a Escola do Legislativo realizou uma palestra no Plenário da Câmara Municipal para discutir os problemas causados pelo excesso da população de pombos em espaços públicos e privados de Jaboticabal.

O Vereador Prof. Amaral requereu da Escola do Legislativo a realização da palestra, que foi ministrada pelo Biólogo – Osmar Roberto de Moura Junior e pelo Químico – Maurício Alencar Marques, ambos da empresa Loremí – Saneamento Ambiental, de São Paulo. Osmar falou sobre as atividades da empresa Loremí, que vão além do controle de pombos.
O excesso de pombos infectados traz diversos problemas à saúde, proliferados por meio das fezes e piolhos. O controle dá-se pela limpeza e higienização do local; da queima de óleo mineral e outras formas. Além disso, a pulverização e desinfecção são importantes, pois as doenças também são causadas por inalação de poeira contaminada.
As más consequências trazidas pelos são grandes. De acordo com os palestrantes, hoje 84 doenças são causadas pelas aves.
A palestra contou com a presença dos Vereadores: Wilsinho Locutor (Presidente da Casa de Leis), Maria Carlota (Vice-presidente da Escola do Legislativo), do idealizador da palestra, Prof. Amaral, além de Rubinho Gama, Júnior De Vitto, Serginho Ramos, Dra. Andréa Delegada e Vitório De Simoni. Além do Secretário de Educação, Cultura, Esporte e Lazer Cesar Roberto Esper, da Diretora da EMURJA, Ruchelle Marchiori Coan, de Mirela Ficher Senô, da Secretária de Negócios Jurídicos, além de munícipes, assessores e mães de alunos de escolas públicas afetadas com o problema dos pombos.

alt

Maurício Alencar Marques e Osmar Roberto de Moura Junior (Loremí – Saneamento Ambiental)

De acordo com os palestrantes, há diversas barreiras físicas para a eliminação dos pombos e para Jaboticabal é o manejo com a captura e soltura, por meio da construção de um pombal fora dos limites da zona urbana. A captura é indolor, e ocorre por meio de alimentos para atrair as aves, sem maus tratos.
O objetivo do pombal é fazer o controle da população, com a quebra dos ovos para diminuir o número de pombos. Esse trabalho pode ser acompanhado por especialistas e por munícipes.
Falou-se das características e do comportamento dos pombos, como a busca de abrigo e a captura de alimentos. Além do que facilita o aumento dos pombos, como a facilidade para a proliferação dos ninhos e o acesso à água.
Além do pombal ecológico, os palestrantes apresentaram outras barreiras físicas: fio tensionado; fio espiral; tela anti-pássaros; chuveirinho de fios; espículas; gel repelente, e outras.

Formas de pagamento:

Desentupidora Loremi | A Melhor Desentupidora do Brasil - Termos de Uso - Todos direitos reservados. | (11) 3925-6000 - (11) 3922-3030 | Central de Atendimento | Topo