5 dicas práticas que colaboram para acabar com o mosquito da dengue

Quando o assunto é saúde e doença ter uma boa prevenção nunca é demais. E, quando falamos em dengue, é mais importante ainda ficar atento às ameaças que rondam nossas casas.

O mosquito Aedes aegypti gosta de lugares que contenham água para poder se reproduzir e manter o seu ciclo, assim, é fundamental que as pessoas se conscientizem, pois apenas um simples deslize pode ser suficiente para atrair o perigoso inseto para perto da nossa família.

Por mais que ouvimos bastantes dicas sobre a importância dos cuidados preventivos, é preciso reforçar alguns hábitos que evitam a proliferação do mosquito e que podem fazer a diferença. Veja no post de hoje cinco dicas práticas para acabar com o mosquito da dengue de uma vez por todas. Conscientize a sua comunidade, acompanhe com a gente:

Elimine a água parada

Tanto em casa quanto no jardim, existem muitos locais que podem acumular água. Procure-os e elimine qualquer vestígio de água parada.

  • Lajes: são superfícies com pouca inclinação e por isso tendem a acumular água da chuva;

  • Calhas: quando sujas, não deixam que a água escorra pelas tubulações, por isso procure eliminar sujeiras, galhos e folhas que possam trancar a passagem;

  • Garrafas: são itens que acumulam água facilmente. Procure vedar as aberturas ou senão deixe-as viradas com a boca para baixo;

  • Vasos: os vasos de plantas possuem pratinhos que sempre contêm água, se tornando um grande atrativo para o mosquito da dengue. A solução é simples, basta encher os pratinhos com terra ou areia.

Higienize os locais que contenham água

A boa higiene é fundamental na prevenção de diversas enfermidades, inclusive, auxilia no combate ao mosquito da dengue.

  • Limpe com escova e sabão todos os reservatórios de água. O indicado é fazer essa tarefa semanalmente;

  • Aquários devem receber a troca de água toda semana para fazer a limpeza;

  • Quaisquer utensílios que armazenem água dentro de casa, como jarros, bacias ou potes devem ser higienizados com sabão.

Tampe os recipientes

Para evitar o trabalho de retirada de água empoçada, procure sempre tampar qualquer recipiente que represente um problema, como caixas d’água, tonéis, barris e lixeiras.

No caso da caixa d’água, é importante utilizar uma tela no ladrão a fim de evitar o acesso do mosquito para dentro do reservatório.

Livre-se de lixos e entulhos

Objetos inutilizados como pneus velhos e pedaços de madeira podem ser um problema, pois acumulam muita água e sujeira. E, quando se tem muitos entulhos, fica difícil identificar algum foco de mosquito.

Por isso, é de extrema importância manter o seu quintal livre de lixo e sempre organizado para melhor visualizar possíveis situações problemáticas.

Utilize repelentes

Repelentes são ótimas opções para afastar — e não eliminar — os mosquitos. Por isso, para utilizá-los, você não pode descartar os cuidados anteriores.

Nunca considere o repelente como um método preventivo se for utilizado sozinho. É importante que você siga todos os caminhos necessários para combater qualquer infestação.

Os repelentes acrescentam vantagens na prevenção da picada. Nesse sentido, aposte em qualquer tipo de fragrância que possa afastar o mosquito em lugares onde você não sabe se fazem um controle adequado desse inseto.

Valorize as nossas dicas e previna-se! A saúde é o nosso bem mais fundamental!

Categoria: Controle de Pragas, destaque | Tags: .

Comments are closed.